Início noticias Ucrânia: AITO passou a integrar a ECTAA

Ucrânia: AITO passou a integrar a ECTAA

A Confederação Europeia das Associações de Agências de Viagens e Operadores Turísticos (ECTAA), recebeu aquando da sua reunião semestral, que teve lugar de 8 a 12 de Junho em Riga, Marina Antonyuk e Olena Kazmina, presidente e vice-presidente da Associação dos Operadores de Incoming da Ucrânia (AITO), respetivamente, bem como Natalya Vasylenko, chefe do Departamento de Desenvolvimento do Turismo da Agência Estatal para o Desenvolvimento do Turismo da Ucrânia.

Os destinos situados na fronteira com a Rússia são seguros para viajar, como demonstrou a reunião em Riga, especialmente porque a atual guerra na Ucrânia está, efetivamente, concentrada na parte oriental deste país. Mas a guerra tem um enorme impacto nas viagens e no turismo na Ucrânia e muitos dos pólos turísticos e culturais foram destruídos.

A ECTAA e a AITO trocaram impressões sobre as formas como as organizações europeias de viagens podem ajudar a reconstruir as viagens e o turismo na Ucrânia pós-guerra.

Como primeiro passo, a AITO foi convidada a integrar a ECTAA como membro de pleno direito. Isto permitirá que as organizações troquem conhecimentos, partilhem experiências e estabeleçam contactos. Numa segunda fase, a ECTAA e a AITO explorarão projectos conjuntos específicos destinados a apoiar o sector do turismo ucraniano.

A iniciativa faz também parte de um esforço mais alargado para a integração da Ucrânia na UE, à medida que o país avança para se tornar um Estado-Membro de pleno direito, o que que exige uma adaptação às leis e regulamentos europeus e oferece oportunidades para projectos e iniciativas conjuntas.

A APAVT, parte integrante da ECTAA, validou e aplaudiu esta decisão de integração da AITO na ECTAA.

No âmbito das relações entre Portugal e a Ucrânia, desde há muito que a associação portuguesa tem vindo a promover diversas iniciativas, como o compromisso assumido no ano passado de nomear a Ucrânia como destino convidado do espaço APAVT na BTL enquanto não regressar a paz aquele país, ou a divulgação, entre os seus associados, de ofertas de trabalho de refugiados ucranianos com qualificações no setor da distribuição turística, entre outras.