Para a GuestReady, empresa especialista na gestão de alugueres a curto e médio prazo, o alojamento local este verão registou um crescimento em Portugal, com a empresa a registar 15 vezes mais reservas do que em igual período de 2019.  Refira-se que o portefólio também cresceu, sendo que hoje há quatro vezes mais propriedades do que no último ano pré-pandemia.

Este ano, durante os meses de verão – junho, julho e agosto – a ocupação foi em média 15% superior ao verão de 2019 e com uma ocupação média ao longo do verão de 90%.

De destacar ainda que no pico do verão, no mês de agosto, a GuestReady atingiu a marca global das 18 mil reservas efetuadas, das quais mais de um terço tiveram lugar em Portugal, o que representa um crescimento de 12% na taxa de ocupação global por comparação ao mesmo período de 2019.

Artigo anteriorAHP diz que o tempo político e o tempo da economia não estão alinhados
Próximo artigoReduniq: consumo estrangeiro em Portugal aumentou