“Sustentabilidade: utopia ou sobrevivência?” é o desafiante tema do Congresso da AHRESP, que vai acontecer nos próximos dias 14 e 15 de outubro, em Coimbra, no Convento de São Francisco.

O congresso AHRESP tem 60 oradores em 20 sessões paralelas e duas sessões plenárias.

A primeira, a cargo de Luís Marques Mendes, com o tema 2Que conjuntura política e social teremos em 2023?”

A uma segunda sessão plenária conta com a participação da ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa, para uma conversa com as jornalistas Rosário Lira e Rosália Amorim, que são também as moderadoras das várias sessões paralelas.

O Congresso AHRESP surge no momento em que a recessão bate à porta da Europa, o que pode não deixar ninguém imune – nenhum país e nenhuma atividade – nem mesmo aquela que teve indesmentível recuperação no verão, mas insuficiente para fazer face aos desafios que se colocam à economia nacional como um todo e, em casos muito concretos, aos diversos setores da atividade turística.

Consulte aqui o Pré-Programa

Artigo anteriorVá ver o Benfica a Israel com a Sonhando
Próximo artigoBolsa de Empregabilidade vai estar no Brazil Travel Market