No passado mês de julho, o alojamento turístico registou 8,6 milhões de dormidas. Ou seja, mais 90,1% do que em igual período anterior e mais 4,8% face a igual mês de 2019. Quem o afirmou foi o Instituto Nacional de Estatística (INE), acrescentando que estes dados não só confirmam as estatísticas rápidas divulgadas pelo instituto no último dia de agosto, como registam no setor do alojamento turístico três milhões de hóspedes em julho passado.

Segundo os dados do INE, em julho, o mercado interno, que cresceu 15,8%, contribuiu com 2,9 milhões de dormidas (+9,1%) e os mercados externos totalizaram 5,7 milhões (+205,2%).

No conjunto dos primeiros sete meses de 2022, as dormidas aumentaram 194,3% (+58,5% nos residentes e +406,2% nos não residentes).

Comparando com o mesmo período de 2019, as dormidas decresceram 4,4%, consequência da diminuição das dormidas de não residentes (-9,4%), dado que as de residentes cresceram 7,8%.

Artigo anteriorVá aos Açores de férias ou em trabalho, mas com a Sonhando
Próximo artigoDECO e APAVT juntas pelos direitos dos consumidores viajantes