A decisão da British Airways‎‎ de ‎suspender as vendas de passagens‎ do Aeroporto de Londres/Heathrow por uma semana foi apenas um aperitivo da decisão anunciada agora. Ou seja, a empresa está a eliminar num total de 10.000 voos para a temporada de inverno, que acontece de 29 de outubro de 2022 a março de 2023.‎

‎Ao que se sabe, a companhia aérea do grupo IAG, vai suspender 629 voos todos os dias, afetando especialmente destinos que têm um raio curto de várias frequências diárias.

No total, significa reduzir o programa de inverno da British Airways em oito por cento.‎

‎Deve-se notar que esta é uma decisão tomada voluntariamente pela British Airways, uma vez que o ‎‎limite de operações diárias impostas pelo departamento aeroportuário de Londres‎‎ está programado para terminar em 29 de outubro.

Um porta-voz da companhia aérea salientou que, com essa medida, pretendem proteger os principais destinos de férias‎‎ e garantir que a grande maioria de seus clientes possam viajar como planeado.‎

Artigo anteriorEspanha/EUA: voos com agentes de segurança a bordo
Próximo artigoCuba recebeu até julho 834.891 turistas internacionais