O vereador com o pelouro da Economia da Câmara do Porto, Ricardo Valente, afirmou na última reunião do executivo que, no final de maio, estavam registados 8.866 unidades de Alojamento Local (AL), sendo que a maioria dos novos alojamentos locais localizam-se nas freguesias do centro histórico e do Bonfim. Adiantou ainda que nessa altura estava também registados 147 empreendimentos turísticos.

Depois da apresentação do relatório anual sobre o AL, não só foi alertada a necessidade de se conter o fenómeno do Alojamento Local, principalmente, na zona mais complexa da cidade, ou seja, o centro histórico, como também apelado para que o município volte a suspender o licenciamento de novos alojamentos na zona do centro histórico. Há ruas onde mais de 30% dos imóveis são alojamentos locais, foi dito na referida reunião.

Em resposta aos apelos do executivo, Ricardo Valente assegurou que quando o regulamento do alojamento local for revisto, os novos registos ficarão suspensos.

Artigo anteriorFamília portuguesa de viajantes “ensina” a descobrir um turismo diferenciado
Próximo artigoPortal da Queixa: reclamações do turismo sobem 15%

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui