Início noticias A partir de janeiro, visitar Veneza só com reserva e taxa

A partir de janeiro, visitar Veneza só com reserva e taxa

0

A partir de 16 de janeiro do próximo ano, para entrar em Veneza, cidade Património da Humanidade, é obrigatório fazer reserva, de preferência com alguns meses de antecedência, através de um sistema online, e pagar uma taxa de entrada entre três e 10 euros.

Com esta medida, a ‘Cidade dos Canais’ torna-se na primeira do mundo a adotar este sistema para controlar o turismo de massas.

É certamente um método complexo, que não ganhará aplausos imediatos ou consenso eleitoral, mas será um marco no modelo turístico do futuro, afirmou Simone Venturini, vereador com o pelouro do turismo da cidade.

Como acontece nos comboios ou aviões, se os turistas reservarem com bastante antecedência, o preço será mais baixo, porque permitirá uma melhor gestão dos fluxos turísticos

Veneza nunca será fechada aos turistas, mas haverá um número máximo de turistas que poderão entrar diariamente e, se esse limite for ultrapassado, os que chegarem terão de pagar mais, e isto também se aplicará aos passageiros dos navios de cruzeiro.

No entanto e entre outras exceções, ficarão isentos da reserva e pagamento os visitantes que durmam na cidade, uma vez que já pagarão o imposto diário de pernoita nos seus hotéis (4,50 euros durante um máximo de cinco dias).

O município introduzirá um sistema de controladores e multas até 300 euros para aqueles que não provarem ter direito à isenção e para aqueles que mentiram para obter essa vantagem.

Artigo anteriorSonhando com operação extra para Djerba à partida do Porto
Próximo artigoBinter tem três novas rotas à partida do Funchal

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui