Início principal AHRESP: escassez de mão de obra e inflação são as maiores preocupações

AHRESP: escassez de mão de obra e inflação são as maiores preocupações

0

Comissão de Economia e Inovação e Turismo da Assembleia Municipal de Lisboa no âmbito da elaboração de um futuro relatório sobre a recuperação económica da cidade no pós-pandemia ouviu as “queixas” da Associação de Hotelaria Restauração e Similares de Portugal (AHRESP).

A inflação e a escassez de matérias primas e de recursos humanos são atualmente as principais preocupações da associação.

Saímos de um momento difícil, apesar do esforço do município de Lisboa e da administração central, que não foram suficientes. O impacto de pandemia foi muito grande e ainda prevalece, e agora com novos problemas, afirmou o vice-presidente da AHRESP, Carlos Moura, acrescentando que os empresários do setor da hotelaria e da restauração vêm-se atualmente confrontados com dificuldades decorrentes, essencialmente, da inflação dos preços dos combustíveis e da energia, da escassez das matérias primas, sobretudo devido à guerra na Ucrânia, e também de recursos humanos disponíveis para trabalhar nesta área.

No que concerne à inflação, o dirigente da AHRESP lamentou que não hajam medidas para que as empresas possam suportar este círculo inflacionista e que não se avizinhe uma inversão do problema.

Carlos Moura apontou também para as dificuldades em encontrar trabalhadores disponíveis para trabalhar no setor, ressalvando que não se trata apenas de uma questão de baixos salários, mas sim também demográfico.

Para fazer face a este problema, Carlos Moura defendeu a necessidade de se apostar na imigração organizada e no recrutamento de profissionais devidamente credenciados e que vejam as suas necessidades resolvidas.

Por seu turno, numa curta intervenção a secretária-geral da AHRESP, Ana Jacinto, defendeu a necessidade de a Câmara Municipal de Lisboa manter determinados apoios municipais, como a isenção de taxas na ocupação de espaços públicos, e alertou para o excesso de burocracia no acesso a alguns programas de apoio.

Artigo anteriorFinal do Tomorrow Tourism Leaders Job Edition
Próximo artigoADHP: Não é possível continuar a menosprezar a profissão de director de hotel

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui