COMPARTILHE

Se a moda pega, qualquer dia vamos ver  o Aeroporto Humberto Delgado ou, quiçá, o do Porto ou o da Madeira, transformados num em campos de … nudismo. E se assim for, encontrou-se outro nicho de mercado: o Turismo de Nudismo Aéreo”

Mas vamos aos antecedentes.

No sábado passado, um homem foi preso não só por agredir uma funcionária – algo que devia ter evitado! – como também se despir em frente ao balcão da low cost Ryanair, após perder o voo no aeroporto de Barcelona.

Refira-se que esta foi a segunda vez na mesma semana em que referido passageiro foi a El Prat para iniciar sua viagem. Na quarta-feira anterior, comprou a sua passagem aérea, mas atrasou-se e não pôde voar.

O dito viajante voltou a comprar outro voo, agora para sábado a seguir e também o perdeu.

Zangado, foi ao balcão da Ryanair reclamar e tirou a roupa, ficando completamente nu.

E como não há duas sem três, o passageiro voltou a comprar outro bilhete para a tarde desse sábado, tendo chegado a tempo para embarcar.

No entanto, foi impedido de o fazer. Porque foi preso pela Guarda Civil por agredir a funcionária de terra da Ryanair e por tentar agredir os agentes da autoridade que tinham chegado ao local do protesto.

Uma maneira diferente de protestar (ver vídeo)

L.M.