COMPARTILHE

As entidades oficiais da província espanhola de Cáceres estão a estudar um novo projecto com vista uma ligação ferroviária turística com Portugal. Para tal, já foi pedido um estudo para avaliar a sua viabilidade real, que conta com um orçamento de 30.000 euros.

O projecto consiste em utilizar a existente infra-estrutura ferroviária e ligar Cáceres a Portugal. Um percurso que começará em Navalmoral de la Mata e vai até Castelo Branco.

Esta acção do Conselho Provincial de Cáceres é justificado pela necessidade de que através deste projecto se contribui para promover o desenvolvimento sócio-económico da região do Transfronteiriça Reserva da Biosfera Tajo-Tejo Internacional.

Refira-se que a iniciativa faz parte do programa operacional Interreg V, do qual participa aquela entidade, juntamente com outras 17, e cujo orçamento global é de nove milhões de euros.

O total elegível pelo Conselho Provincial de Cáceres chega a 2,4 milhões, dos quais seriam 612 mil euros próprios, sendo que o restante, cerca de 1,8 milhão, dos fundos do Feder.

Segundo as autoridades de Cáceres pretende-se também organizar internamente o território através do comboio turístico e espalhar os produtos transfronteiriços, pondo em destaque as propostas que oferece a região entre a capital do Campo Arañuelo e o fronteira.

Assim sendo, a viabilidade técnica, económica e jurídica da ligação ferroviária de Cáceres com o Alto Alentejo, Beira Baixa e Ribatejo, será certificada.

O documento base da iniciativa sublinha que o projecto sugere articular o serviço previsto como um elemento dinamizador do turismo, gerador de emprego e valorização das riquezas naturais dos próximos territórios do Parque Natural do Tejo Internacional em ambos os lados da Raia.

Curiosamente, da parte Portugal, nada ainda foi oficialmente avançado pelo Governo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here