COMPARTILHE

O novo presidente da Turismo do Porto e Norte de Portugal já definiu (e comunicou) a sua estratégia para os próximos tempos. Por um lado, defende que o valor arrecadado pela taxa turística deve ser usado em mais do que apenas promover a região. Para Luís Pedro Martins parte das receitas deverá ser usada na segurança, na limpeza e na requalificação urbana da região.

A pensar nos próximos tempos o novo presidente da TNP afirmou que pretende apostar no Douro, nos vinhos e nos Caminhos de Santiago como forma de promover e diferenciar a região. Para tal Luís Pedro Martins afirmou que vai privilegiar os produtos que tenham a capacidade de ser transversais na região. O objectivo é criar campanhas que beneficiem os vários municípios e, com isto, “dar escala ao Norte”.

“O Douro e toda a temática relacionada com o vinho, mas também o projecto (…) da Estrada Nacional 2 (EN2) que percorre vários municípios, (…) os Caminhos de Santiago e tudo o que estiver relacionado com a gastronomia, são tudo produtos que são transversais ao território e que eu irei dar, sem dúvida nenhuma, prioridade”, assumiu Luís Pedro Martins.