COMPARTILHE

Os turistas norte-americanos viajam cada vez mais para Portugal onde procuram raízes e experiências diferentes, a gastronomia e os vinhos, a paisagem e o património mas também um destino para passar a lua-de-mel.

No ano passado, as dormidas de norte-americanos em Portugal cresceram 20% até novembro, para 1,8 milhões. As receitas geradas com estes turistas subiram de €530 milhões em 2015 para €813 milhões em 2017 e deverão atingir €1000 milhões em 2018.

Os norte-americanos são os turistas que mais gastam e mais viajam pelo nosso país ao longo de todo o ano. Os Estados Unidos estão em 7º lugar na procura externa para Portugal, com 4,5% de quota em 2018, que em 2017 era de 3,8%. E na perspectiva dos hotéis nacionais, segundo inquérito de previsão do ano da Associação da Hotelaria de Portugal (AHP), os turistas dos Estados Unidos são o mercado que mais irá crescer em 2019.

Para esta procura terá certamente contribuído o investimento de Portugal em promoção turística nos EUA que duplicou desde 2016, rondando €1,3 milhões em 2018, com o foco em trazer jornalistas ou em concertar acções com operadores turísticos.

Em 2018, na imprensa norte-americana apareceram cerca de 8 mil artigos sobre Portugal, mais 177% do que em 2015. Neste mês de janeiro, o país já foi destacado em 15 “media”, como “The New York Times”, “Forbes” ou CNN.

Sinal desta crescente notoriedade foi de igual modo o episódio dos “Simpsons”, emitido nos EUA a 13 de janeiro, onde a personagem Lisa diz que os pais, Homer e Marge, vão viajar para Portugal.