Início B3 Passageiros de Cruzeiros em Lisboa aumentam no primeiro semestre

Passageiros de Cruzeiros em Lisboa aumentam no primeiro semestre

COMPARTILHE

A actividade de cruzeiros no Porto de Lisboa registou, durante o primeiro semestre do ano, um crescimento de 15% em passageiros de cruzeiro e de 11% em escalas, para um total de 221 072 passageiros e 148 escalas, contra os 192 685 passageiros e 133 escalas registadas no período homólogo de 2017.

O aumento de 15% do número de passageiros foi determinado pelos crescimentos de cinco por cento dos passageiros em turnaround (19 468 contra 20 518), e de 16% dos passageiros em trânsito que passaram de 173 217 para 200 554.

No número de escalas, o incremento de 11% foi impulsionado pela variação positiva ocorrida em todos os tipos de operações – trânsito seis por cento (97 contra 103), turnaround 21% (33 contra 40) e interporting 67% (3 contra 5).

Na realidade o crescimento do segmento de turnaround resulta da plena entrada em funcionamento do novo Terminal de Cruzeiros de Lisboa que oferece as melhores condições para acolher navios e passageiros de cruzeiro e do potencial elevado que Lisboa apresenta neste segmento.

Na realidade de janeiro a junho de 2018 registaram-se 26 travessias transatlânticas contra as 19 ocorridas em igual período de 2017.

De facto, assiste-se a um aumento do número de navios de cruzeiros a operar no Mediterrâneo e ilhas atlânticas – 173 em 2017 contra os 177 em 2018 – as duas principais áreas de influência do porto de Lisboa, o que representa um crescimento da oferta de camas disponíveis em 9 607, passando de 22 534 em 2017 para 232 141 em 2017.

O primeiro semestre do ano ficou, ainda, marcado pelos 8 navios de cruzeiro que escalaram o porto de Lisboa pela primeira vez, dos 14 previstos para o ano de 2018, dos quais se destacaram o Carnival Horizon e o Seabourn Ovatio pelo facto de terem entrado ao serviço em 2018.

Assim, e caso as previsões se confirmem, a actividade de cruzeiros no Porto de Lisboa registará, em 2018, um crescimento de 15% ao nível dos passageiros e de seis por cento ao nível das escalas, prevendo-se um total de cerca de 350 escalas e de 600 mil passageiros, o que significará um novo recorde de passageiros.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here