COMPARTILHE

Em dezembro último, na 25.ª edição dos World Travel Awards, o nosso país arrecadou vários galardões, em diversas categorias de turismo, naquela que é considerada a maior gala do sector a nível mundial.

A World Travel Awards atribuiu um total de 17 prémios a Portugal, um resultado histórico para o nosso país. 14 destes 17 vencedores estão presentes na BTL – Bolsa de Turismo de Lisboa, sendo esta feira a maior e mais importante montra de turismo a nível nacional.

Entre os destinos que marcam presença todos os anos na BTL, Lisboa recebeu dois dos prémios mais ambicionados: Melhor Cidade Destino e Melhor Destino City Break a nível mundial. Ainda na região de Lisboa, os Parques de Sintra – Monte da Lua receberam o prémio Melhor Empresa de Conservação. Portugal repetiu o prémio de Melhor Destino do Mundo e o Turismo de Portugal foi considerado, pela segunda vez consecutiva, o Melhor Organismo Oficial de Turismo. O portal visitportugal.com foi novamente eleito o «Melhor Website Oficial de Turismo» e à ilha da Madeira foi atribuído o Melhor Destino Insular. Também com presença assegurada na próxima edição da BTL, o Turismo do Porto e Norte, integra os Passadiços do Paiva que foram distinguidos como Melhor Atração Turística de Aventura.

A TAP, parceira estratégica da BTL, foi designada a Companhia Aérea Líder Mundial para África e Companhia Aérea Líder Mundial para a América do Sul. A Revista de Bordo, a UP, conquistou o prémio de Revista de Bordo Líder Mundial.

Em Hotelaria, o Olissippo Lapa Palace ganhou como Melhor Hotel Clássico do Mundo; o The Vine Hotel, no Funchal, foi distinguido como Melhor Hotel Design do Mundo e a Amazing Evolution recebeu a distinção de Melhor operador de Boutique Hotels do Mundo.

Para Fátima Vila Maior, directora de Feiras da FIL “estes prémios são sinónimo de reconhecimento e também de muito trabalho das entidades que promovem Portugal como destino turístico.

A BTL, que ano após ano, aposta em elementos inovadores e diferenciadores orgulha-se de ser palco e de dar ainda mais visibilidade aos melhores do mundo, concluiu a directora de Feiras da FIL.