Está aqui
Miguel Quintas desiste de candidatura à presidência da APAVT

Miguel Quintas desiste de candidatura à presidência da APAVT

 

Inesperadamente e sem nada indicasse essa possibilidade, foi recebido na redacção do Opção Turismo – certamente como na de outros OC – um comunicado do candidato Miguel Quintas à presidência da APAVT.

Sem abordar concretamente as razões desta sua desistência, Miguel Quintas afirma que a mesma se deve a pressões de vários quadrantes, inclusive de entidades que não estão diretamente ligadas à APAVT para desistir. Acrescenta ainda que essa pressão se alastrou também àqueles que oficialmente me apoiam e se encontram (ou encontraram, em algum momento) na minha lista.

Miguel Quintas explica ainda que muito embora tenha recebido o apoio de mais de 90 associados da nossa Associação, considera que muitas agências de viagens irão ficar desapontadas por esta decisão numa fase ainda tão precoce da campanha e em particular depois de terem vislumbrado, finalmente, uma oportunidade de mudança.

O líder da lista “A APAVT é de Todos” refere que já comunicou ao actual presidente e candidato Pedro Costa Ferreira a desistência da campanha “A APAVT é de Todos” tendo-lhe desejado que tivesse êxito e sucesso no seu próximo mandato, em conjunto com a lista que irá encabeçar.

Eis o comunicado de Miguel Quintas na íntegra:

Por acreditar que é na democracia que reside a verdadeira força e representatividade e que, juntamente com a minha lista e apoiantes, tinha o dever de defender a mudança na APAVT, apresentei a minha candidatura e programa com 26 medidas para com a coragem e determinação necessárias defender os interesses de todos os agentes de viagens.

Contudo, desde o anúncio da minha candidatura que tenho sentido pressões de vários quadrantes, inclusive de entidades que não estão directamente ligadas à, APAVT para desistir. Pressões estas que se alastram àqueles que oficialmente me apoiam e se encontram (ou encontraram, em algum momento) na minha lista. Como líder de campanha, não posso, não consigo, nem devo exigir este esforço a ninguém, em nome de um trabalho que no final do dia, não alimenta as próprias famílias. Por este motivo, decidi apresentar a desistência da campanha “A APAVT é de Todos”.

Tenho a certeza que muitas agências de viagens irão ficar desapontadas por esta decisão numa fase ainda tão precoce da campanha e em particular depois de terem vislumbrado, finalmente, uma oportunidade de mudança. Eu também estou. A decisão torna-se ainda mais difícil depois de receber, ainda nesta fase inicial da campanha, o apoio de mais de 90 associados da nossa Associação.

Quero agradecer o muito apoio recebido, inclusive através do site da campanha e assegurar os meus apoiantes de que as minhas convicções não mudaram. Acredito que a APAVT tem de mudar mas, quiçá, este não é o momento, ou as condições não estão criadas. Nunca deixei de combater e batalhar por aquilo que acredito. E assim espero continuar a fazê-lo sempre e enquanto me for permitido.

Ao actual presidente e candidato Pedro Costa Ferreira, desejo o maior sucesso no seu próximo mandato, em conjunto com a lista que irá encabeçar. Faço votos de que seja um bom presidente para a APAVT e para os seus associados no próximo triénio e peço aos meus apoiantes que se unam em torno de uma APAVT forte, pois continuo a acreditar que uma Associação forte consegue fazer mais por todos.

Share this:

Posts relacionados

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial