Está aqui
Miguel Quintas apresentou programa de candidatura à presidência da APAVT

Miguel Quintas apresentou programa de candidatura à presidência da APAVT

 

Miguel Quintas, um dos dois candidatos à próxima presidência da APAVT (2018-2020), apresentou na passada semana o seu programa de candidatura de 26 medidas, salientando que apresentará a sua lista em outubro, uma vez que, agora, seria extemporâneo da minha parte apresentar apoios antes de apresentar um programa, embora se mostre bastante satisfeito com os apoios que tem recebido por parte dos agentes de viagens.

Segundo o candidato o seu programa da candidatura “A APAVT É DE TODOS” assenta em três linhas mestras – Mudança, Coragem e Ambição – e explica:

Mudança, porque a nossa candidatura quer trazer novas ideias, novas energias, novas vontades, novas atividades e novos pensamentos. Queremos romper com um passado, em que apenas alguns se revêm na nossa associação. Queremos abrir a associação a todos os que têm direito e que precisam dela como garante e bastião de defesa dos seus interesses, acrescentando que o seu programa assume a coragem de enfrentar o trabalho que é preciso ser feito para tornar a APAVT uma associação nacional e representativa, no sentido literal do termo.

Temos a ambição de unir os associados em prol de um sector mais forte que possa fazer frente a qualquer instituição que crie obstáculos que possam colocar em perigo dificultar a saúde financeira das agências de viagens, afirma Miguel Quintas.

Queremos mudar a APAVT e transformá-la naquilo que deveria ser uma associação sectorial: um representante inequívoco, depositário e merecedor da confiança de todos os associados, conclui o director geral e fundador da empresa Parcela Já.

O programa eleitoral de Miguel Quintas divide-se em quatro grandes objectivos: “A APAVT é de todos”, “Um novo impulso ao negócio” e “Valorização da profissão de agente de viagens” e “Potenciar as agências de viagens junto do consumidor final”.

No primeiro objectivo, o candidato aponta como linhas principais a Aproximação da APAVT às agências de viagens, Angariação de novos associados, Criação de fórum de debate, Participação ativa nas posições/decisões, Reformulação do website da APAVT e Alterações estatutárias no número de mandatos e nas eleições.

A Redução da taxa de IVA e aumento da rentabilidade, Negociação de novos acordos com companhias aéreas, Renegociação com a IATA, Apoio financeiro de acesso a Feiras, conferências e seminários nacionais e internacionais – Incoming, Novas oportunidades de negócio, Transposição da diretiva comunitária e intrusão de outras entidades, Colaboração com o poder político, Posição sobre o NDC (New Distribution Capability), Reapreciação da contribuição para o fundo de garantia e Mais transparência nas atividades da APAVT, fazem parte do segundo objectivo que Miguel Quintas aponta para a sua linha de acção.

Terceiro objectivo: Criação de formações presenciais e webinar´s, Centro de estudos e de formação para novos colaboradores, Criação de programa de mentoring para recém-licenciados e colaboradores de alto-potencial, Desenvolvimento e promoção de estudos Jantares temáticos trimestrais.

Finalmente, Miguel Quintas aponta como temas a desenvolver dentro do seu quarto objectivo, os seguintes itens: Criação da Semana Nacional de Viagens / Feira das Viagens, Atividades de marketing online e offline que promovam a compra nas Agências de Viagens, Promoção do Provedor do Cliente, Participação em Feiras Internacionais com DMC´s e Incoming e Plataforma de vendas online para clientes finais e para todos.

Share this:

Posts relacionados

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial