COMPARTILHE

Paralelamente a Macau ser o “Destino Internacional Convidado 2019” da BTL e ao espectáculo de vídeo mapping “Macau, uma Viagem Lendária”, a decorrer no Terreiro do Paço de 12 a 16 de março, o Turismo de Macau prossegue com outras actividades de índole cultural, com vista à promoção turística do território: animação de rua, em Lisboa, e inauguração de exposição de arte, no Porto.

Assim hoje, dia 14 de março, irão acontecer actuações de street dance em simultâneo (com um grupo em cada local) em quatro lugares emblemáticos de Lisboa: Praça do Rossio, Rua Augusta (junto ao arco), Terreiro do Paço e Ribeira das Naus., com os seguintes horários: 11:00 – 12:00 e 15:00 – 16:00. Estes quatro grupos de Macau – o The Dancer Studio Macau, o Macau Pop Music and Dance Association, o Macau Street Dance Culture Association e o Association of Macau Street Dance – irão actuar, simultaneamente, nos quatro locais icónicos do centro da capital referidos, com coreografias originais em cada um dos grupos.

No dia seguinte, 15 de março, no Porto, irá decorrer a inauguração da exposição “Imagens de Macau – A Visão Pessoal de 0.38”, com a presença do Secretário para os Assuntos Sociais e Cultura de Macau, Alexis Tam, e da Directora da DST-Direcção dos Serviços de Turismo do Governo da Região Administrativa Especial de Macau, Maria Helena de Senna Fernandes.

Uma mostra que apresenta um conjunto de 40 desenhos do jovem autista de Macau, Leong Ieng Wai, cujos trabalhos refletem a visão muito pessoal do artista, que retrata, com o seu traço exímio, espaços emblemáticos de Macau, desde monumentos e praças do Centro Histórico, Património Mundial da UNESCO, como as Ruínas de S. Paulo, o Templo de A-Má ou a Fortaleza da Guia, passando pelo registo da azáfama das artérias da cidade, entre outros aspetos que refletem a vida vibrante do território.

Estes dois eventos, a somarem-se aos já citados, vêm enriquecer a celebração do 20º aniversário do estabelecimento da Região Administrativa Especial de Macau e do 40º aniversário das relações diplomáticas entre Portugal e a China, e afirmar Macau como um destino turístico multifacetado.