COMPARTILHE

De acordo com uma alteração aos encargos efectuada no último conselho de ministros e já divulgada em Diário da República, a ligação aérea entre a Madeira e o Porto Santo deve ter um custo de 1,3 milhões de euros para o Governo da República, só em 2019.

Com as referidas alterações o governo central vai pagar, de acordo com a resolução do conselho de governo, no máximo 5,5 milhões de euros, dividido em quatro tranches: 1,3 milhões de euros  em 2019; 1,8 milhões de euros em 2020; 1,8 milhões de euros em 2021; e, em 2022, de 464 mil euros.

A resolução do conselho de ministros explica que devido ao atraso ocorrido, por via de uma acção administrativa de contencioso pré-contratual, foi necessário proceder a nova distribuição plurianual dos encargos decorrentes da produção de efeitos do contrato de concessão a celebrar para a prestação de serviços aéreos entre a Madeira e o Porto Santo.

De referir que a Binter é a companhia aérea que assegura a ligação entre estes territórios.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here