COMPARTILHE

Num recente comunicado distribuído às agências de viagens, a companhia aérea Jet Airways (9W) explicou todos os detalhes de sua decisão de, a partir de 01 de abril, deixar de distribuir o seu conteúdo em Amadeus para o fazer somente no Sabre e Travelport.

No comunicado distribuído, pode ler-se que a partir de 1 de abril de 2019, o conteúdo da Jet Airways na Índia, estará disponível apenas através de Sabre e Travelport. Além disso, para todos os outros pontos de venda em todo o mundo, Jet Airways continuará a distribuir através de outros GDS, a saber: Axess, Infini e Travelsky.

Nessa mesma nota, a Jet Airways também explica que a sua nova estratégia de distribuição aplica-se a todos os voos comercializados pela companhia aérea em pontos de venda na Índia e no exterior.

A companhia aérea com sede na cidade indiana de Bombaim explica que partir de 1 de abril de 2019 a emissão de bilhetes e as mudanças são possíveis apenas em Sabre, Travelport, Axess, Infini e Travelsky. Acrescenta que se uma agência de viagens não escolhe migrar para as reservas GDS mencionados, todas as alterações adicionais devem ser feitos apenas por intermédio dos escritórios da 9W.

A Jet Airways segue os passos da Air India na sua decisão de deixar de distribuir seus produtos através de Amadeus, após de no final do ano passado, a Comissão Europeia ter aberto uma investigação ao GDS por práticas anticompetitivas.

Entretanto, Amadeus acaba de ratificar um novo acordo com a Qantas, que inclui um canal de distribuição privado, o Qantas Channel que estará operacional a partir de 1 de agosto de 2019, segundo um comunicado da empresa.

No ano passado, a companhia aérea australiana aderiu ao programa NDC-X Amadeus, renovou o contrato de prestação de serviços de tecnologia e de distribuição com o GDS e realizou um processo de transformação digital de reserva ‘online’ com a Amadeus para oferecer aos clientes uma experiência digital mais personalizada.