COMPARTILHE

As novas boas práticas da marca pretendem fomentar a personalização do serviço, de forma a que o cliente se sinta (mais) em casa. A iniciativa vem no decorrer de um estudo, realizado em seis países (França, Reino Unido, Brasil, Singapura, Alemanha e Austrália), onde 80% dos entrevistados referiram que gostariam que o novo tipo de hotel fosse um local social, onde todos, incluindo clientes não alojados se sintam bem-vindos. Noção que implica uma nova forma de interagir com cliente, mas também a disponibilização de outro tipo de espaços públicos.

Tudo começa no check-in que em vez de ser feito na tradicional recepção é feito no conforto do lobby, talvez acompanhado por uma bebida. O que será possível através do recurso a tablets e a uma solução móvel própria. algo que será feito em toda a rede internacional até 2022.

Adicionalmente a marca vai levar a cabo uma campanha digital. Agendada para o próximo mês, em França, Reino Unidos, Alemanha e Suíça, o objectivo é o de destacar os membros Smile Team de ibis através de uma galeria de perfis de colaboradores que vai combinar histórias e testemunhos. Ao nível dos quartos, os clientes terão a opção de escolher entre quartos que podem acomodar entre uma a seis pessoas, dependendo das suas necessidades ou podem optar pelo Smart Room.

Para satisfazer a ânsia pela música – interesse demonstrado por 79% dos inquiridos – a marca definiu que, este ano, serão realizadas mais de 100 actuações ao vivo “com artistas emergentes identificados como os melhores talentos locais e apoiados pelos melhores artistas para actuar em seis países-chave”.