COMPARTILHE

No passado mês de outubro, os hotéis da cidade de Lisboa registaram quedas em todos os indicadores, com excepção dos hotéis de três estrelas que, apesar de terem registado uma ocupação menor, subiram no preço médio e no Revpar.

Estes são alguns dos dados que constam no Observatório do Turismo de Lisboa que destaca ainda que as unidades hoteleiras da cidade de Lisboa registaram uma taxa média de 88,99%, número que quando comparado com os 91,93% registados no mesmo mês de 2017, traduzem uma queda de 3,2% em relação ao mesmo período do ano passado.

Por categorias, a maior queda foi a taxa de ocupação registada nos hotéis de cinco estrelas, que apresentou queda de 6,4% em relação a outubro de 2017, quando a taxa de ocupação foi de 85,75%, valor que, este ano, caiu para 80,25%.

Por sua vez, os hotéis de quatro estrelas registaram uma taxa de ocupação de 92,09%, ou seja, 1,9% menos que no mesmo período do ano passado, enquanto os hotéis de três estrelas caíram 2,2%, registando uma taxa de 92,80%.

Em relação ao acumulado do ano, a taxa de ocupação foi de menos 1,3% comparativamente com o mesmo período de 2017, quando registou, até outubro, uma taxa de ocupação de 82,93%, contra os 81,88% deste ano (2018).

Por categoria, aqueles com três estrelas foram os únicos com valores positivos, uma vez que a taxa de ocupação subiu 1,3%, chegando a 86,77%, quando até outubro de 2017 era de 85,63%.

As quatro e cinco estrelas registaram, respectivamente, taxas de ocupação de 85,47% e 71,41%, o que traduz quebras de 0,5% e 4,6%.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here