COMPARTILHE

A rede internacional Selina chegou já a Portugal e tem planos para abrir o seu primeiro hotel no Porto no terceiro trimestre de 2018.

Localizado na Rua das Oliveiras, nº 61-65, a propriedade terá cerca de 260 camas combinando alojamento “boutique” com amplo espaço de coworking, food&beverage, wellness e ofertas recreativas. Representou um investimento de 10 milhões de euros.

Sobre a nova unidade hoteleira, Rafi Museri, CEO do grupo, disse que o Selina do Porto ficará localizado num bairro com uma vizinhança activa e acreditamos que ajudará a tornar esta zona da cidade ainda mais dinâmica uma vez que uma das nossas principais preocupações é criar uma forte ligação com a comunidade local.

Queremos que as áreas comuns do Selina sejam um ponto de encontro não só dos nossos hóspedes, mas também da comunidade local. Os espaços de coworking poderão ser um excelente local para os empreendedores locais trocarem ideias e experiências com viajantes dos mais variados países do mundo, acrescentou.

Refira-se que a Selina tem como alvo mais seis localizações até 2020, incluindo Lisboa – possivelmente no primeiro trimestre de 2019 -, Albufeira, Cascais, Comporta, Ericeira, Lagos e Peniche. Nesta primeira fase de expansão no país, a Selina espera atingir 1400 camas com os novos hotéis.

Com este conjunto de serviços e soluções os espaços Selina são ideais para diversos tipos de hóspedes desde os Nómadas Digitais que viajam e trabalham remotamente até viajantes de longa duração ou para quem pretende ficar apenas alguns dias para conhecer a cidade.

Até 2020 a Selina terá em Portugal cerca de 1400 camas e encontra-se actualmente em fase de prospecção de mercado para encontrar espaços em Lisboa, Cascais, Ericeira, entre outras zonas do país.

Num conceito virado para os novos viajantes, a Selina – fundada em 2015 – tem de momento hotéis em oito países da América latina, como Panamá, Costa Rica, México, Colômbia ou Peru, e quer expandir-se rapidamente para a Europa e os Estados Unidos. Até final de 2018 prevê estar presente em 15 países e ter um portefólio com 54 mil camas nos próximos três anos.

Nos próximos 12 meses a marca investirá aproximadamente 50 milhões de euros em novas aberturas em Portugal, Polónia, Alemanha, Reino Unido, Grécia e Hungria.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here