COMPARTILHE

A 30ª edição da BTL – Bolsa de Turismo de Lisboa, que decorreu na FIL, em Lisboa, foi avaliada por mais de 130 expositores, revelando dados importantes sobre os desafios e tendências do turismo em Portugal.

Esta iniciativa da FIL visa avaliar o grau de satisfação da participação na BTL assim como as prioridades dos expositores face à presença na maior Feira de Turismo nacional.

A última edição da BTL registou um número total de 77.000 visitantes, o que confirma o crescimento face ao ano anterior, tendência que se afirma ano após ano. Particularmente durante os três primeiros dias, 39.000 profissionais estabeleceram novos negócios e parcerias, o que representou um aumento de 1.112 profissionais face a 2016. Já no fim-de-semana dedicado ao grande público, 38.000 visitantes aproveitaram as promoções e descontos exclusivos da BTL.

Dos vários sectores de actividade presentes da BTL – Municípios, Alojamento, Operadores Turísticos, Animação Turística, Agências de Viagens, Equipamentos e Serviços, entre outros – os municípios sempre foram um dos sectores de maior representatividade.

Em 2017, em conjunto com as regiões de turismo ocuparam o primeiro lugar em termos de ocupação, com 23,5% da totalidade do espaço.  Este ano, o alojamento ocupou este lugar com 26,9% do espaço, mais 11,5% que a edição anterior, revelando por um lado, o crescimento desta área no tecido turístico nacional e por outro, a forte aposta deste segmento na promoção dos seus serviços, sendo este o principal objectivo da sua participação na feira.

Os dados do inquérito permitem concluir que para a grande maioria dos expositores, cerca de 95%, a presença na BTL tem por objectivo a promoção da imagem, em segundo lugar destaca-se a angariação de novos clientes, com um valor de 70% seguido do reforço de relações com atuais clientes, referenciado por 60% dos expositores presentes na feira.

Quando questionados sobre o contacto preferencial, com profissionais (B2B), público (B2C) ou ambos, 65,6% dos expositores revelam ter como objectivo primordial a comunicação com ambos, registando uma subida 8.8% relativamente a 2017. 30,5% prefere o contacto profissional (menos 8.4%) enquanto apenas 3.9% privilegia o contacto com o público (menos 0.4%). Apesar destes números, foi possível registar um aumento exponencial de 84% nas vendas directas realizadas durante os dias de público, relativamente às vendas realizadas no ano anterior. Resultado que superou todas as expectativas por parte dos expositores com pacotes e/ou promoções dedicadas em exclusivo ao público.

Os resultados do inquérito confirmam a importância da BTL no panorama do turismo português e 96,9% dos expositores afirma que tenciona participar na edição de 2019 da BTL.