COMPARTILHE

Hoje é segunda-feira, dia 11 de fevereiro.
Este é o quadragésimo segundo dia do ano. Faltam 323 dias para o termo de 2019.
Dia Europeu do 112, Dia da Cruz Vermelha Portuguesa, Dia Mundial do Doente, Dia Internacional da Epilepsia, Dia do Solteiro e Dia de Fazer Amigos

660 a.C. – Data provável da fundação do Império do Japão.

1650 – Morre, com 54 anos, o filósofo e matemático francês René Descartes, autor de “O Discurso do Método”.

1847 – Nasce o inventor norte-americano Thomas Alva Edison.

1865 – É fundada a Cruz Vermelha Portuguesa, na sequência da adesão de Portugal à primeira Convenção de Genebra, no ano anterior.

1873 – Amadeu de Sabóia abdica da coroa espanhola. Nasce a I República.

1879 – O Governo português abre concurso para o porto de Leixões.

1888 – Inauguração do Teatro Avenida, em Lisboa, com a comédia “De Herodes para Pilatos”. É destruído por um incêndio, em 1967, quando apresentava “Feliz Aniversário”, de Harold Pinter.

1890 – Comício republicano na Rua da Palma, em Lisboa, seguido de manifestação, impedida pela Guarda Municipal, junto aos Cafés Suíço e Martinho.

1897 – São atribuídos os alvarás da Associação Industrial Portuguesa e da Associação Comercial de Lisboa.

1921 – Encerram as fábricas de azeite do Algarve pela má produção de azeitona.

1929 – O Estado do Vaticano é estabelecido pelo Tratado de Latrão.

1930 – Manuel Gonçalves Cerejeira passa a Cardeal Patriarca de Lisboa.

1944 – Morre, com 82 anos, Henrique de Paiva Couceiro, combatente de África, antigo governador ultramarino.

1945 – II Guerra Mundial. É assinado o acordo de Yalta entre as potências aliadas.

1956 – A população de Malta é favorável à integração no Reino Unido, em referendo.

1963 – Os EUA reconhecem o governo do Iraque.

1968 – Tropas Vietcong executam 300 civis, no Vietname do Sul, durante a batalha de Hué.

1975 – O Partido Conservador britânico elege, pela primeira vez, uma mulher, Margaret Thatcher, para a liderança.

1979 – Cai a monarquia pró-ocidental no Irão, liderada por Reza Palevi. É proclamada a República Islâmica.

1983 – Temperaturas muito baixas provocam queda de neve em Évora, Leiria, Coimbra e Viseu.

1984 – Sai, em Diário da República, o diploma que reabre o setor bancário português à iniciativa privada.

1987 – A Presidente das Filipinas Corazón Aquino promulga a Constituição.

1989 – Pela primeira vez, é concedido um bispado a uma mulher, a norte-americana Barbara Harris, da Igreja Protestante de Filadélfia.

1990 – É libertado Nelson Mandela, dirigente histórico do ANC, Congresso Nacional Africano, preso durante 27 anos na prisão de Victor Verster, Cidade do Cabo.

1993 – Portugal obtém autorização para a abertura do consulado de Goa.

2000 – Morre o cineasta francês Roger Vadin. Tinha 72 anos.

2001 – Morre, com 77 anos, o matador de toiros Diamantino Vizeu.

2004 – A obra “O Vento Assobiando nas Gruas”, de Lídia Jorge, vence o I Prémio Correntes d’Escritas.

2005 – A Autoridade da Concorrência aprova a aquisição de 49 por cento da SIC pela Impresa. A “holding” passa a deter a totalidade do capital.

2006 – Os ministros do G8 apoiam a decisão do Fundo Monetário Internacional sobre o perdão da dívida aos 19 países mais pobres.

– Manifestações pacíficas nas capitais europeias contra a publicação das caricaturas de Maomé. A Dinamarca encerra as embaixadas no Líbano, Síria, Irão e Indonésia.

2007 – O “Sim” vence o referendo sobre a despenalização da interrupção voluntária da gravidez, com 59,25 por cento dos votos, contra 40,75 por cento do Não. Abstenção atinge os 56,39 por cento.

– É inaugurado em Macau o casino Grand Lisboa.

– Morre, com 79 anos, Marianne Fredriksson, escritora sueca, autora de “As Visões de Simão”, “Querida Filha” e “As Filhas de Hanna”.

– Morre José António Arsénio, antigo dirigente do Sporting. Tinha 91 anos.

2009 – Zimbabué. O líder do Movimento para a Mudança Democrática, Morgan Tsvangirai, é investido primeiro-ministro, cinco meses depois da assinatura do acordo de partilha de poder com Robert Mugabe.

– Morre Paulo Carlos de Medina, antigo combatente do Partido Africano para a Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC) e ex-Procurador-Geral da República da Guiné-Bissau. Tinha 72 anos.

2010 – Um par de sapatos gigantes, feitos de panelas portuguesas de aço inoxidável, numa escultura com o título “Marilyn”, da artista plástica Joana Vasconcelos, é arrematado em leilão, em Londres, por 573,964 mil euros, mais do que triplicando a estimativa.

– O Orçamento do Estado para 2010 é aprovado na generalidade, na Assembleia da República, com os votos favoráveis do PS, abstenção do PSD e CDS-PP, e votos contra de BE, PCP e Verdes.

2011 – Após 18 dias consecutivos de contestação, o Presidente egípcio, Hosni Mubarak, renuncia ao cargo. A onda de contestação fez pelo menos 300 mortos, segundo balanços da ONU e da organização não-governamental de defesa dos direitos humanos Human Rights Watch, e vários milhares de feridos.

2013 – O Papa Bento XVI anuncia a resignação a partir dia 28 de fevereiro num discurso em latim durante um consistório no Vaticano.

– O Ministério Público acusa João Rendeiro, Fezas Vital e António Paulo Guichard, ex-administradores do Banco Privado Português (BPP), por um crime de burla qualificada, em coautoria.

2014 – Pequim e Taipei concordam num diálogo entre os governos. O primeiro desde 1949.

– Morre, aos 90 anos, Louise Brough, antiga tenista norte-americana vencedora do torneio de Wimbledon por quatro vezes.

2015 – Mais de 300 imigrantes, oriundos principalmente da costa da Líbia, morrem no naufrágio de quatro embarcações sobrelotadas no Mediterrâneo. A Amnistia Internacional acusa União Europeia de “esconder a cabeça na areia” em relação à imigração.

– O ex-comandante do navio de cruzeiro italiano ‘Costa Concordia’ Francesco Schettino é condenado a 16 anos de prisão no julgamento em que estava acusado de homicídio múltiplo e abandono de navio.

2016 – Rui Reis, cientista e vice-reitor da Universidade do Minho, é o primeiro português eleito para a Academia Nacional de Engenharia dos Estados Unidos.

– Morre Juan Martin Mujica, ex-futebolista e treinador uruguaio, duas vezes vencedor da Taça Intercontinental de futebol pelo Nacional de Montevideu, aos 72 anos.

– Morre Graham More, antigo futebolista galês que integrou o Cardiff City, Chelsea e Manchester United. Tinha 74 anos.

2017 – O filme de animação português “Estilhaços”, de José Miguel Ribeiro, vence o prémio de Melhor Filme Documentário do Festival Internacional de Curta-Metragem de Clermont-Ferrand, em França.

– Morre, aos 69 anos, Jiro Taniguchi, autor japonês de banda desenhada, com trabalhos como “Terra de Sonhos” e “O diário do meu pai”, em Tóquio, no Japão.

– Morre, aos 73 anos, em Amesterdão, Piet Keizer, antigo futebolista holandês que formou dupla com Johan Cruyff no ataque do Ajax de Amesterdão na década de 1970.

2018 – Um avião despenha-se nos arredores de Moscovo, e causa a morte das 71 pessoas a bordo.

– Morre, aos 86 anos, Raul Hestnes Ferreira, arquiteto português.

– Morre, aos 89 anos, Vic Damone, cantor norte-americano.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here