COMPARTILHE

“COISAS” DO DIA DE HOJE

Hoje é terça-feira, 10 de julho, centésimo nonagésimo primeiro dia do ano.

Celebra-se o Dia Internacional da Pizza.

Faltam 174 dias para o final de 2018.

Este dia é dedicado ao Beato Pacífico e a Santa Felicidade e aos seus Sete Filhos, mártires.

Nos céus, a Lua encaminha-se para a Fase Nova. Lua Nova, dia 13, às 03:48. O Sol nasce às 06:20 e o ocaso regista-se às 21:03.

Caranguejo é o signo dos nascidos nesta data, destacando-se o reformista francês João Calvino (1509), o pintor norte-americano James Whistler (1834), o escritor norte-americano Saul Bellow (1915), o escritor francês Marcel Proust (1871), o escritor japonês Toyohiko Kagawa (1888), o repórter norte-americano David Brinkley (1920), o “boxeur” Jack La Motta (1923) e a escritora Alice Munro (1931).

O QUE ACONTECEU NESTE DIA EM …

Nesta data, em 1372, era assinado o Tratado de Tagilde, o primeiro de uma série de acordos que consolidaram a aliança anglo-portuguesa. Em 1609, era constituída, em Munique, a Liga Católica dos Príncipes alemães. Em 1890, o Wyoming passava a integrar os EUA. Em 1938, o industrial norte-americano Howard Hughes voava à volta do mundo em 91 horas.
Em 1943, na II Guerra Mundial, forças aliadas desembarcavam na Sicília. Em 1962, os EUA lançavam o primeiro satélite de telecomunicações, o Telstar, que passou a transmitir imagens de televisão entre os EUA e a Europa. Em 1965, as Bahamas tornavam-se independentes.

Em 1973, o jornal britânico The Times revelava o massacre de Wiriyamu, em Moçambique, ocorrido a 16 de dezembro do ano anterior. Inserido na estratégia de domínio do comandante das forças no território, Kaúlza de Arriaga, o massacre foi dirigido por oficiais da PIDE-DGS e comandos. Estima-se que mais de 400 civis, habitantes da região, tenham sido mortos.

Em 1974, o primeiro-ministro português, Adelino da Palma Carlos, apresentava a demissão do primeiro Governo provisório, constituído após o 25 de Abril. Em 1976, eram fuzilados, em Angola, três mercenários britânicos e um norte-americano.

Em 1985, um atentado bombista contra o navio Rainbow Warrior, da organização ecologista Greenpeace, ancorado no porto de Auckland, Nova Zelândia, causava a morte do fotógrafo português Fernando Pereira, 33 anos. Mais tarde viria a comprovar-se o envolvimento dos serviços secretos franceses no atentado.
Em 1986, a justiça italiana, que julgara os 15 implicados no desvio do navio Achille Lauro, condenava três réus a prisão perpétua, oito a penas de cadeia até 30 anos e absolvia quatro.

Em 1991, a África do Sul regressava ao movimento olímpico, de que fora afastada em 1970, em retaliação pela política de “apartheid”. Em 1995, a líder da oposição birmanesa, Aung San Suu Kyi, era libertada, depois de quase seis anos de prisão domiciliária. Na mesma data, João Paulo II, em carta aberta às mulheres de todo o mundo, pedia desculpa pelo papel da Igreja Católica na opressão feminina.
Em 1996, o Ministério do Ambiente multava a Lusoponte por incumprimento do estudo de impacte ambiental da ponte sobre o Tejo. Em 2001, o Prémio Camões era atribuído ao poeta português Eugénio de Andrade. Em 2003, João de Deus Pinheiro era nomeado para a chefia da missão de acompanhamento da Reforma da Administração Pública. No mesmo dia, morria o antigo futebolista Manuel Vasques, 77 anos, jogador do Sporting, um dos cinco “violinos” das décadas de 1940-50.

Em 2004, morria Maria de Lourdes Pintasilgo, 74 anos, engenheira química, primeira-ministra no V Governo Constitucional, ministra dos Assuntos Sociais nos II e III Governos Provisórios, embaixadora de Portugal na UNESCO (1975-81), fundadora do Movimento para o Aprofundamento da Democracia (1986), candidata à Presidência da República (1986) e deputada ao Parlamento Europeu (1986-91).

Em 2005, os eleitores do Luxemburgo aprovavam, em referendo, o Tratado Constitucional Europeu. E o Governo israelita aprovava o traçado final do “muro” de separação de Jerusalém Ocidental.

Em 2006, o Governo e os parceiros sociais chegavam a acordo sobre a reforma da segurança social. No mesmo dia, morria Shamil Bassaiev, 41 anos, líder da guerrilha tchetchena, que reivindicou o sequestro na escola de Beslan, em Setembro de 2004.

Em 2007, a EDP assina em Nova Iorque o contrato com a Goldman Sachs para a aquisição da Horizon Wind Energy. O presidente brasileiro, Luiz Inácio Lula da Silva, anuncia o relançamento do programa nuclear do Brasil, após vinte anos de interrupção da construção da terceira central nuclear e do primeiro submarino nuclear do país.

Em 2008, o primeiro-ministro anunciava a criação do passe escolar nos transportes públicos (entre os quatro e os 18 anos) e um alargamento da ação social escolar nos ensinos básico e secundário, triplicando o número de beneficiários.

Em 2011, morria, com 87 anos, o bailarino e coreógrafo francês Roland Petit, criador de mais de uma centena de bailados.

Em 2012, morria Maria Keil, artista plástica, autora de vários painéis de azulejos das primeiras estações do Metropolitano da de Lisboa. Tinha 97 anos. Georges Mathieu, pintor francês, criador do movimento da abstração lírica, morria aos 91 anos.

Em 2014, morria, com 88 anos, Nuno San-Payo, pintor e arquiteto.

Em 2016, Portugal sagrava-se campeão da Europa de futebol pela primeira vez na sua história, ao bater na final a anfitriã França por 1-0, após prolongamento, em encontro disputado no Stade de France, em Saint-Denis.

Em 2017, morria, aos 69 anos, em São Paulo, Elvira Vigny, escritora brasileira e autora de “Nada a Dizer”, que lhe valeu o Prémio Machado de Assis, em 2010. Morria, aos 87 anos, em Sevilha, Paquita Rico (Francisca Rico Martínez), atriz e cantora espanhola protagonista de “Donde vas, Alfonso XII” (1950) e “Virgen de los Gitanos”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here