COMPARTILHE

Hoje é sexta-feira, 08 de março, sexagésimo sétimo dia do ano,
Dia Internacional da Mulher e Dia do Cândido.
Faltam 298 dias para o final de 2019.
Peixes é o signo dos nascidos nesta data.

Principais acontecimentos registados neste dia

Nesta data, em 1500, largava do Tejo a armada de Pedro Álvares Cabral, rumo ao Brasil. Em 1550, morria São João de Deus, português nascido em Montemor-o-Novo, que ficou na História da Medicina e da Assistência por ter humanizado os métodos de tratamento dos doentes mentais.

Em 1857, operárias nova-iorquinas da indústria têxtil faziam uma greve pela igualdade de salários e a redução da jornada de trabalho para dez horas. São fechadas na fábrica onde, entretanto, se declarara um incêndio, e cerca de 130 mulheres morrem queimadas. Em 1910, numa conferência internacional de mulheres realizada na Dinamarca, era decidido, em homenagem àquelas mulheres, comemorar o 8 de março como “Dia Internacional da Mulher”.

Em 1917, tumultos e greves eclodiam em São Petersburgo. Em 1950, o marechal Voroshilov anunciava que a URSS possuía a bomba atómica.

Na África do Sul, em 1986, o presidente Pieter Botha levantava o estado de emergência implantado em julho de 1985 em 36 dos 265 distritos do país. Em 1988, morria, com 60 anos, o cirurgião Francisco Gentil Martins, presidente da Liga Portuguesa contra o Cancro e diretor do Instituto Português de Oncologia. Em 1991, representantes dos EUA e do Iraque assinavam o memorando de cessar-fogo.

Em 1992, uma equipa de investigadores britânicos isolava, pela primeira vez, um dos genes relacionados com a asma. Em Washington, cientistas do Instituto Nacional do Cancro descobriam a bactéria que consegue travar o desenvolvimento do sarcoma de Kaposi. Em 1994, mais de 60 pessoas morriam num acidente ferroviário nas proximidades da cidade sul-africana de Durban.

Em 1999, morria, com 76 anos, o cineasta português António Campos, realizador de “Jaime” e “Vilarinho das Furnas”. Em 2001, quatro corpos de vítimas da queda da ponte de Entre-os-Rios apareciam na costa de Finisterra, na Galiza, a 250 Km do local do desastre, ocorrido quatro dias antes.

Em 2003, Francisco Fadul, antigo primeiro-ministro guineense, regressava ao país, na perspetiva da realização de eleições legislativas. No mesmo dia, Malta dizia “sim” à adesão à UE, em referendo.

Em 2004, o Governo PSD-CDS/PP propunha a realização de um contrato social que indexasse o crescimento dos salários reais aos ganhos de produtividade e estabelecesse negociações salariais de dois em dois anos, em função da inflação média da zona euro.

Em 2005, Aslan Maskhadov, 52 anos, líder rebelde tchetcheno, era morto pelas forças de Moscovo. E o Exército sírio no Líbano iniciava a retirada para o vale de Bekaa.

EM 2006, era apresentado o Cartão do Cidadão e aprovada a proposta do Programa Nacional da Política do Ordenamento do Território. Passava a ser obrigatório o recenseamento de todas as aves domésticas, em Portugal, no âmbito da política de controlo da gripe das aves. No mesmo dia, pela primeira vez, uma mulher, a tenente Gisela Antunes, assumia o comando de um navio da Marinha portuguesa.

Em 2007, a nova lei do aborto era aprovada pelo PS, PCP, BE, Verdes e 21 deputados do PSD. D. António Carrilho era nomeado bispo do Funchal, em substituição de D. Teodoro de Faria. Portugal e Espanha assinavam vários acordos bilaterais para concretizar o mercado ibérico de eletricidade – Mibel, e começava a Cimeira da Primavera dos líderes dos 27 para aprovar medidas de combate às alterações climáticas e lançar as bases da uma política europeia de energia.

Em 2009, morria, aos 82 anos, Adriano Afonso, juiz-desembargador, ex-presidente das assembleias gerais da Liga Portuguesa de Futebol Profissional e do Benfica.

Em 2012, morria, aos 90 anos, Simin Daneshvar, um dos nomes da literatura persa. A escritora, tradutora e académica iraniana foi a primeira mulher a ser publicada no país, em 1948. A obra em questão, Savushun, é o livro mais vendido de sempre no Irão.

Em 2013, morria, aos 82 anos, João Rocha, antigo presidente do Sporting.

Em 2015, morria, aos 59 anos, Sam Simon, um dos criadores da série norte-americana “Os Simpsons” e que também escreveu episódios para “Taxi” e “Cheers”. Morria, com 92 anos, Bárbara Virgínia, nome artístico de Maria de Lourdes Dias Costa. Foi atriz e locutora de rádio e a primeira realizadora portuguesa de cinema e primeira mulher a apresentar um filme no Festival de Cannes, em 1946.