Está aqui
Centro de Interpretação das Linhas de Torres já funciona

Centro de Interpretação das Linhas de Torres já funciona

 

O Centro de Interpretação das Linhas de Torres (CILT), espaço museológico, em Sobral de Monte Agraço, promove entradas gratuitas em todos os domingos do ano.

Sabia que os portugueses foram apelidados de “os galos de combate” na luta contra os franceses, pelo General Wellington? Com uma visita ao Centro de Interpretação das Linhas de Torres pode ficar a saber porque foi tão famoso o exército português.

Em Sobral de Monte Agraço conta-se as histórias da Guerra Peninsular.

Esta é uma forma diferente de conhecer a região de Sobral de Monte Agraço, as suas histórias desde construção, estratégia e operacionalidade militar das Linhas de Torres enquanto sistema defensivo erguido a norte de Lisboa para proteger a capital da 3.ª Invasão Francesa, aos episódios, personagens, sítios e edifícios que marcaram a vivência neste território numa época tão marcante para a história portuguesa e europeia.

Os visitantes podem conhecer o CILT, de forma gratuita, aos domingos e experimentar os áudio-guias disponíveis para uma visita ao património histórico-cultural.

Recorde-se que o Centro de Interpretação das Linhas de Torres (CILT) é um espaço museológico polinucleado que tem como objectivo salvaguardar, estudar e promover o património das Linhas de Torres enquanto sistema de defesa militar que ditou a derradeira retirada do exército napoleónico de Portugal, naquela que ficou conhecida como a 3.ª invasão francesa – um dos episódios mais marcantes da Guerra Peninsular.

O CILT participa activamente na gestão da Rota Histórica das Linhas de Torres (RHLT) e na sua dependência directa está o Circuito de Visita do Alqueidão. A partir dele é, também, possível conhecer o Percurso de Wellington e obter informação acerca de outros percursos da Rota Histórica das Linhas de Torres.

Share this:

Posts relacionados

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial