COMPARTILHE

As taxas aeroportuárias cobradas na Madeira pela ANA-Aeroportos de Portugal, estão entre as mais altas, custando até mais do que a própria passagem aérea, o que prejudica o desenvolvimento da ilha do Porto Santo. Quem o disse foi o director comercial da Binter, Miguel Ángel Suárez.

As taxas são muito altas, a mais alta que conheço para uma rota tão curta, que é uma barreira para atrair passageiros e um obstáculo ao desenvolvimento do Porto Santo. Afirmou aquele responsável, acrescentando que as ligações aéreas entre os aeroportos da Madeira e Porto Santo, significam taxas aeroportuárias praticadas pela ANA, numa viagem entre as duas ilhas da Madeira, de 32,50 euros, enquanto que por uma viagem semelhante nas ilhas Canárias o custo é de oito euros.

Ou seja, a taxa é mais cara do que o preço passagem aérea, disse ainda destacando que o assunto já foi apresentado ao Governo Regional da Madeira e da ilha do Porto Santo, embora não tenha siso encontrada nenhuma resposta.

No entanto, Miguel Ángel Suárez enfatizou que a taxa paga pela viagem marítima entre as duas ilhas no navio Lobo Marino é de 0,50 euros por viagem.

Concessão das ligações Madeira/Porto Santo ratificada

Entretanto, o Governo português ratificou a concessão à companhia aérea Binter do serviço das ligações aéreas entre as ilhas da Madeira e Porto Santo, por um período de três anos, tendo o contrato entrado ontem (5) em vigor.

A Binter efectua a linha aérea Madeira/Porto Santo com aviões ATR-72, com capacidade para cerca de sete dezenas de passageiros, sendo duas ligações diárias entre as duas ilhas (ida e volta) que têm uma duração de aproximadamente 20 minutos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here