COMPARTILHE

As 7 Maravilhas estão de volta. Depois de, no ano passado, terem eleito as 7 Maravilhas à Mesa chegou a vez de eleger a melhor doçaria portuguesa.

O modelo é em tudo semelhante ao do ano passado. A concepção é de Luís Segadães, que se assume como guloso, e Catarina Furtado e José Carlos Malato voltam a ser os embaixadores do projecto e, simultaneamente, anfitriões das três Galas a emitir no prime time da RTP1 e na RTP Internacional. No entanto há algumas diferenças. A começar pela existência de um Grande Júri. Constituído por sete figuras do espaço mediático terá a tarefa de repescar oito candidatos que se irão juntar aos 20 pré-finalistas. A outra novidade é que desta vez… irão ser feitas prova. Ou seja, os doces em concurso serão provados pelos júris e inclusivamente estarão presentes nas galas.

As candidaturas já estão abertas – no site das 7 Maravilhas –  e assim permanecerão até 7 de Março. Quem quiser pode concorrer com a sua receita, sendo que há sete categorias a concurso: Doces de Território, Bolo de Pastelaria, Doce de Colher e Doce à Fatia, Biscoitos e Bolos Secos, Doces Festivos, Doces de Fruta e Mel e Doces de Inovação.

Este ano (além das novidades já mencionadas) há que assinalar uma aposta nos produtos endógenos. Isso é evidente na categoria Inovação, onde serão premiadas as receitas que utilizem os produtos da região. Por outro lado, a tradição, a importância económica, social e cultural dos doces são também critérios preponderantes.

Ao nível da estrutura do concurso este ano os candidatos são votados por cada um dos 18 distrito e duas regiões autónomas, com 20 programas de daytime em directo a realizar nos meses de Julho e Agosto. A cada programa da RTP será seleccionado um pré-finalista, que passará às semifinais.

Os 28 semifinalistas serão depois divididos em duas semifinais, agendadas para os dias 24 e 31 de Agosto, e que serão transmitidas em directo pela RTP1.

Tal como nas edições anteriores a Gala Finalíssima está marcada para 7 de Setembro, sendo transmitida pela RTP1, em horário nobre.

 

por Alexandra Costa

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here