COMPARTILHE

A ARAC-Associação dos Industriais de Aluguer de Automóveis sem Condutor realizou recentemente, uma Assembleia Geral Ordinária, tendo como pontos de análise, a discussão e aprovação do Relatório do Conselho Director e das Contas referentes ao exercício de 2017 e do Parecer do Conselho Fiscal e como segundo ponto a discussão e aprovação do Plano de Actividades e Orçamento para 2018 apresentados pelo Conselho Diretor, bem como o Parecer do Conselho Fiscal sobre estes dois últimos documentos.

Depois de explicado, de forma sucinta, o trabalho realizado em 2017A foram abordadas as iniciativas a tomar no corrente ano, destacando-se como ponto 1, a necessidade do reforço da actuação e afirmação da ARAC enquanto parceiro social, quer pela qualidade das suas propostas, quer pela sua capacidade de inovação e agregação de esforços com demais parceiros sociais.

Promoção e valorização da imagem da associação e o enfoque na formação profissional dos trabalhadores do sector, os quais constituem o maior dos activos de cada empresa, bem como o acompanhamento dos dossiers em curso na União Europeia respeitantes á actividade de rent-a-car, foram também outros assuntos abordados.

Nesta assembleia foi também avançada a ideia para a criação de um Conselho Estratégico para discussão e elaboração de estudos e acompanhamento dos dossiers comunitários e nacionais referentes ao sector de rent-a-car. Implementação de um Código de Conduta, a  Criação de uma base de dados de viaturas de rent-a-car que tenham sido objecto de furto, roubo ou abuso de confiança, a valorização da imagem do aluguer de automóveis sem condutor português junto da opinião pública, foram outros itens em discussão.