Início B4 Alojamento Local registou 3,4 milhões de hóspedes em 2017

Alojamento Local registou 3,4 milhões de hóspedes em 2017

COMPARTILHE

O Instituto Nacional de Estatística (INE) apresentou recentemente os dados estatísticos relativos ao alojamento local em 2017.

Portugal recebeu nesta tipologia de alojamento 3,4 milhões de hóspedes, numa subida homóloga de quase 29% e 8 milhões de dormidas (+26,7%), anunciou, que revelou que foram gerados 263 milhões de euros de proveitos totais (27,6%).

No final de julho de 2017, a oferta em alojamento local chegava a 2.663 estabelecimentos, correspondente a 66,6 mil camas.

As dormidas aumentaram em todas as regiões, de forma mais expressiva no Centro (+42,3%), Área Metropolitana de Lisboa (+31,4%), Região Autónoma da Madeira (+22,5%) e Norte (+25,2%). A região da AM Lisboa captou a maior proporção de dormidas (35,7% do total), seguindo-se o Norte (18,7%) e o Algarve (15,4%).

A Alemanha foi o principal mercado emissor e apresentou um crescimento de 27,4%. Seguiram-se os mercados francês, britânico e espanhol (+22,3%, +20,9% e +31,5%, respectivamente). Foram ainda destacadas as subidas da Polónia (+79,8%), Estados Unidos (+64,8%) e Brasil (+54,6%).

As dormidas dos mercados alemão e polaco repartiram-se pela zona de Lisboa (33,2% e 37,8%, respectivamente) e Madeira (32,4% e 23,5%), enquanto os britânicos preferiram maioritariamente o Algarve (38,0%) e a Madeira (25,5%). Os turistas dos Países Baixos estiveram sobretudo no Algarve (35,1%) e Lisboa (30,8%).

Os restantes principais mercados apresentaram como primeira opção Lisboa, nomeadamente residentes nos Estados Unidos (62,2%), Brasil (57,9%) e Itália (56,0%).
A estada média no alojamento local foi de 2,35 noites (-1,6%), com médias de maior permanência na Madeira (4,80 noites), Algarve (3,23 noites) e Lisboa (2,37 noites).