COMPARTILHE

A AHP – Associação da Hotelaria de Portugal divulgou agora as perspectivas para o período da Páscoa e um balanço do Carnaval.

Os resultados agora divulgados têm por base um inquérito realizado junto dos seus associados, entre 19 e 31 de março.

Os resultados indicam que, no período de Carnaval, 58% das unidades hoteleiras inquiridas registaram uma igual (24%) ou pior (34%) taxa de ocupação e 38% melhor, face ao mesmo período de 2018. O ARR foi superior para 41% dos inquiridos, acompanhado pelo RevPAR que foi melhor para 40%. 63% dos inquiridos indicaram que a estada média foi idêntica ao ano anterior.

Quanto a mercados, Portugal, Espanha, Brasil e Reino Unido foram apontados como os principais mercados. Apesar da melhor evolução do mercado francês para 53% dos inquiridos, destaca-se que o Brasil destronou França do 3º lugar como mercado emissor.

Perspectivas para a Páscoa

Em relação às expectativas para a Páscoa, a AHP analisou tanto o período global das férias escolares como o fim-de-semana.

Para o período das férias escolares, de 8 a 22 de abril, 45% dos hoteleiros inquiridos indicaram que neste período a taxa de ocupação será igual à Páscoa de 2018. No entanto, o ARR e o RevPar serão superiores para 57% e 60%, respectivamente. As receitas totais e de alojamento serão melhores para 61% dos inquiridos.

A nível nacional, a região claramente mais optimista relativamente à TO e ARR é os Açores, onde 80% dos inquiridos apontaram que será melhor nos dois indicadores, enquanto a menos optimista é a Madeira, onde apenas 17% e 25%, respectivamente, indicaram que será melhor. Na TO, a segunda região mais optimista é o Centro, onde será melhor para 51% dos hoteleiros. Quanto ao RevPar, os mais optimistas são o Norte e os Açores, onde 78% e 70% dos hoteleiros responderam que será melhor que o mesmo período do ano anterior, também aqui a Madeira é o menos optimista.

A estada média será igual ao ano anterior em todas as NUTS.

Quanto a mercados emissores, desde 2015 – quando foi introduzida a pergunta no inquérito – Portugal, para 84% dos inquiridos, e Espanha, para 67% dos inquiridos, são os principais mercados emissores durante este período, com um peso de 23% e 21%, respectivamente.

Quando analisamos os mercados por regiões, para o Norte os principais mercados são Portugal, Espanha e França; no Centro, Portugal e Espanha são novamente apontados como os principais, seguidos do Brasil; em Lisboa, os três principais mercado são Espanha, Portugal e França; no Alentejo, Portugal, Espanha e Reino Unido são apontados como sendo os três principais mercados; Reino Unido, Portugal e Espanha são os principais mercados para o Algarve; na Madeira, os hoteleiros apontam a Alemanha, Reino Unido e Portugal como sendo os principais mercados para este período; Portugal e Estados Unidos da América são apontados como os principais mercados para os Açores.

Também para o fim-de-semana da Páscoa, de 18 a 21 de abril, as expectativas são mais optimistas em todos os indicadores.

À semelhança do período de férias escolares, também no fim-de-semana da Páscoa Açores e Centro são as regiões mais optimistas na Taxa de Ocupação, sendo a Madeira a menos optimista. O mesmo acontece com o ARR e o RevPAR, onde as regiões mais optimistas são os Açores e o Norte. À excepção da Madeira, todas as NUTS II indicam que este fim-de-semana será melhor do que o período homólogo do ano anterior em todos os indicadores, excepto TO e Estada Média.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here