Está aqui
Palácio Ludovice à espera de licenciamento para hotel de 5 estrelas

Palácio Ludovice à espera de licenciamento para hotel de 5 estrelas

A Câmara de Lisboa vai apreciar na quinta-feira um pedido de licenciamento para a reabilitação e transformação do Palácio Ludovice, no Bairro Alto, num hotel de cinco estrelas, intervenção condicionada a escavações arqueológicas e questões patrimoniais.
De acordo com a proposta que vai ser apreciada em reunião privada, em causa está um pedido de licenciamento feito em junho passado pela IMOHINE UNIPESSOAL, dona do imóvel, que visa a ampliação e alteração deste palácio, situado nos números 29 a 49 da Rua de São Pedro de Alcântara, 1 a 3 da Travessa da Cara, 2 a 12 da Travessa da Boa Hora e 144 a 154 da Rua do Diário de Notícias, freguesia da Misericórdia.
Segundo o documento assinado pelo vereador do Urbanismo, Manuel Salgado, o projecto de arquitectura apresentado visa a futura utilização deste Imóvel de Interesse Público como unidade hoteleira de cinco estrelas, com 65 unidades de alojamento – 60 quartos e cinco suites.
Ali existirão também equipamentos de uso comum, como restaurante, bar, sala de reuniões, espaço comercial e terraço.
O projecto prevê a manutenção com reabilitação das fachadas e ampliação ao nível da cave e da cobertura/piso 6, assim com uma nova compartimentação ao nível dos interiores, numa área implantação de 872,17 metros quadros e numa superfície de pavimento total de 5.427,44 metros quadrados.
Enquanto o Turismo de Portugal emitiu parecer favorável, a Direcção-Geral do Património Cultural deu parecer favorável condicionado às questões de arqueologia da execução de fundações e da avaliação patrimonial de elementos que venham a ser encontrados no decorrer da obra.
Segundo uma informação histórica disponível no ‘site’ da Câmara de Lisboa, este palácio, junto ao miradouro de São Pedro de Alcântara, foi construído no século XVIII e projectado pelo arquitecto João Frederico Ludovice.
Tornou-se, mais tarde, num exemplo arquitectónico do barroco tardio nacional e numa referência da arquitectura palaciana da cidade.
É abrangido pelo Plano de Urbanização do Núcleo Histórico do Bairro Alto e Bica.

Share this:

Posts relacionados

Deixe Comentário

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial