Está aqui
7 Maravilhas sentam Portugal à Mesa

7 Maravilhas sentam Portugal à Mesa

 

A organização das 7 Maravilhas de Portugal® acaba de divulgar o tema da eleição de 2018. 7 Maravilhas à Mesa® é a sétima eleição realizada em Portugal, promovendo os patrimónios que marcam a nossa identidade nacional. O projecto acaba de arrancar, com a fase de candidaturas a abrir a 17 de novembro.

No lançamento oficial no São Lourenço do Barrocal foi apresentada uma mesa de degustação  composta por:

Gastronomia:

– Petisco: Perdiz de Escabeche

– Prato de Peixe: Lúcio-Perca (peixe do Alqueva) com migas de poejo

– Prato de Carne: Vitela orgânica São Lourenço do Barrocal no forno, com puré de batata doce e legumes grelhados da nossa horta

Vinhos e Azeites:

– Vinho Branco 2014 São Lourenço do Barrocal

– Vinho Tinto Reserva 2012 São Lourenço do Barrocal

– Azeite monovarietal de azeitona galega São Lourenço do Barrocal

Roteiros:

– Unidade hoteleira: São Lourenço do Barrocal

Depois de eleitas as Aldeias-Maravilha este ano, onde já foram explorados vários patrimónios culturais, históricos e gastronómicos, as 7 Maravilhas® avançam agora para um território que cria um vínculo com o que sai da nossa terra, com a experiência que tiramos ao visitar as regiões vinhateiras portuguesas e com o que apresentamos à mesa. Esta eleição vai promover a verdadeira experiência de comer e beber a uma mesa portuguesa, razão pela qual somos cada vez mais um destino turístico de referência.

Daqui vão resultar não uma, mas sete mesas representativas do nosso país.

O processo segue o percurso de anos anteriores, com a votação de um painel de especialistas na lista longa de candidaturas, de onde vai resultar uma lista de 49 pré-finalistas, 7 de cada região. Todo o processo tem o acompanhamento e supervisão de um Conselho Científico e a votação é auditada pela PwC.

São estas 49 mesas pré-finalistas que vão ser votadas pelo público, para eleger as 7 Maravilhas à Mesa®, uma mesa por cada uma das 7 grandes regiões de Portugal, num roteiro único.

As candidaturas a concurso serão as “mesas”, mas num conceito alargado, que inclui o melhor que uma região tem para oferecer: os seus pratos, vinhos, pão, azeite ou queijos, mas também aquilo que pode ser experienciado, como um evento, uma adega, um lagar, um museu ou um percurso pedestre.

Cada região vai escolher 7 patrimónios, que incluem comidas, vinhos e uma escolha na área do turismo. Esta escolha será chamada “Mesa de (nome do lugar, aldeia, vila, cidade, restaurante ou hotel)” e disputará com mesas de todas as regiões de Portugal, o título de Maravilha. Cada candidatura será composta por 7 patrimónios à escolha, devendo obrigatoriamente incluir um património de cada categoria: Gastronomia; Vinhos e Azeites; e Roteiro Turístico.

Share this:

Posts relacionados

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial